Música amazônica com linguagem rítmica experimental

Foi pensando em nuances rítmicas complexas que eu e o percussionista Silvan Galvão compomos a música A Sete Passos. Sua estrutura melódica é tonal, com breves passagens por acordes de sétima menor. O número sete se faz bem presente nessa música, sendo sua fórmola de compasso 7/4.

O título já diz tudo, "A Sete Passos", mas há toda uma história para se chegar a esse nome.

Certo dia estava eu ouvindo músicas do saxofonista amazonense Teixeira de Manaus, e noutro momento do mesmo dia ouvia algumas melodias do percussionista canadense Mark Duggan. Isso se passava na vila de Alter do Chão, onde faría um evento. Porém, a caminho do evento lembrei-me das belas melodias que ouvi durante o dia, e experimentei compor alguma coisa. Então, andei marcando de sete em sete passos, característica do compasso 7/4, e solfejando sobre essa marcação alguma melodia instantânea. Incrivelmente nasceu esta música, que despertou em mim a paixão pela pesquisa cultural amazônica. 

Chegando no local onde ia tocar, compartilhei a idéia com Silvan Galvão, que já vem fazendo pesquisas relacionadas a música amazônica a algum tempo. Ele gostou muito da melodia, e experimentamos diveras combinações rítmicas sobre ela. Até que alguns anos se passaram, e hoje a música está gravada no álbum Segredos Amazônicos de Silvan, onde gravei sax soprano, Andreson Dourado teclado e Dhionny Viana contrabaixo. 

Para quem quizer ouvir A Sete Passos assista o vídeo abaixo, que editei com algumas imagens da região amazônica:

 

http://www.youtube.com/watch?v=HwRa81VkceU