Duas obras de Yusef Lateef e Alexander Oseychuk que os saxofonistas devem conhecer

Yusef Lateef - Repositório de EscalasA literatura musical voltada ao universo do saxofone é bastante ampla em línguas estrangeiras, mas no Brasil, ainda há poucos autores publicando livros sobre o instrumento, isso em comparação a outros países. Dentre os muitos livros imprescindíveis para a rotina de estudos do saxofonista, há dois que se destacam por seu conteúdo incrivelmente detalhado em profundidade técnica e que, infelizmente, ainda são pouco divulgados no Brasil. São eles: Repository of Scales and Melodic Patterns (Yusef A. Lateef) e School of Jazz Improvisation for Saxophone (Alexander Oseychuk).

Repository of Scales and Melodic Patterns é um livro que contém 270 páginas de informações que impressionam e conquistam a qualquer músico pesquisador que busca desenvolver a linguagem racional do jazz e/ou que pretende ampliar sua “visão” a respeito da lógica de construção fraseológica utilizada por grandes improvisadores e jazzistas do mundo. Detalhar o livro mais famoso do célebre saxofonista Yusef Lateef é uma tarefa complexa. Complexa, pois o livro é complexo, sendo um dos mais completos compêndios musicais escritos por um saxofonista que, além tocar eximiamente bem diversos instrumentos, detinha conhecimentos que eram fruto de muita pesquisa e experimentação “laboratorial” ao longo de uma vida repleta de muita arte.

Leia também:

Repository of Scales and Melodic Patterns

Em Repositório de Escalas (tradução livre), são citados termos que, além muito eloquentes adequam-se muito bem à escrita musical apresentada no livro. Observe a seguir alguns dos termos presentes no livro: Morphic Patterns, Archaic Greek Sscale, Mutated Hexadic Scales of the Supra-Diatonic Sacale, Synthetic Chord and Scale entre muitos outros termos incomuns. Descrever esse livro em detalhes só seria possível mesmo por meio um artigo científico, pois seu conteúdo é realmente incrível, profundo e edificante à consciência de pesquisadores do jazz como linguagem.

Repositório de Escalas

School of Jazz Improvisation for Saxophone é outro livro que foi escrito por um notável saxofonista russo chamado  Alexander Oseychuk. O título do livro é sugestivo, e já na décima primeira página ilustra e cita frases (licks) de saxofonistas de topo, como: Phil Woods e Cannonball Adderley. O livro é dividido em várias partes que apresentam ao leitor diversos exercícios melódicos que, em sua maioria, vêm acompanhados de cifras. Além disso, o livro é rico em detalhes de explanação, pois na maior parte dos exercícios há a descrição do que se deve fazer ou, entre outras coisas, no quê foi baseado aquele exercício.

School of Jazz Improvisation for Saxophone

Enfim, Repository of Scales and Melodic Patterns e School of Jazz Improvisation for Saxophone são dois livros que me motivaram ainda mais a estudar o saxofone e a linguagem jazzística, pelo fato de serem obras de consagrados saxofonistas que dedicaram muito empenho para produzir verdadeiros tesouros que guardam informações e conhecimentos muito preciosos. Fica aí a sugestão de leitura de duas grandes obras primas da literatura musical voltadas ao universo do jazz contemporâneo e que são dignas de grandes menções em todo o mundo!