Show "Guitarra, Canto e Poesia".

O Oeste do estado do Pará é agraciado com músicos de muito talento e competência profissional. Dois desses são: o violonista, guitarrista, produtor e compositor Edmarcio Paixão e o também compositor, violonista e cantor Eduardo Dias. Como pesquisadores e difusores da música amazônida os dois artistas mencionados participaram de inúmeros festivais e eventos avulsos, nos quais puderam adquirir experiências que os fortaleceram e os trouxeram ao patamar atual.
Edmarcio Paixão e Eduardo Dias, cada um com histórias de vida distintas, mas que, de algum modo, os aproximaram e os inspiraram a idealizar um evento ímpar: o show "Guitarra, Canto e Poesia". O diferencial desse evento será a realização, ou melhor, o encontro entre (metaforicamente) os Rios Amazonas e Tapajós. Como assim? - Bom, cada um dos artistas citados tem sua personalidade musical e se identificam (em parte) com meios de atuação diferentes. Em sítese, Edmarcio Paixão se identifica mais com a voz de seus instrumentos musicais, nesse caso o violão e a guitarra. Já Eduardo Dias dedica-se mais à sua voz orgânica, ou seja, divulga-se mais como cantador do que como instrumentista (apesar de tocar constantemente seu violão).

Aos que marcarem presença no "Guitarra, Canto e Poesia" será dada a oportunidade de apreciar com muito bom gosto melodias do repertório instrumental e do repertório cantado, além da declamação de textos maravilhosos, de autoria dos dois artistas.

Em plena atividade na atualidade esses dois músicos ainda tem muito a nos dizer, no que diz respeito à Cultura local e regional da Amazônia.